A Cidade

Vista Panorâmica do Município dos Barreiros-PE

HISTÓRIA DA CIDADE

No começo do século XVIII, Barreiros era uma aldeia de índios. Em 1786 foi criada a freguesia de São Miguel dos Barreiros, desmembrada de Sirinhaém. O povoamento de Barreiros foi intensificado no século XIX com a construção de uma capela em devoção a Santo Antônio. A Lei Provincial nº 314, de 13 de maio de 1853, criou o termo de guerreiros elevando-o a categoria de vila, com território desmembrado de Rio Formoso, com freguesia de Água Preta, verificando-se a instalação de município em 19 de julho de 1860; a lei estadual nº 38, de 3 de julho de 1860, elevou a vila de Barreiros a categoria de cidade, tornando-se autônomo.O primeiro dos melhoramentos foi a instituição do ensino oficial, com a criação em 1855 de uma escolaprimária. A escola era destinada exclusivamente ao sexo masculino; o seu primeiro professor, nomeado pelo presidente da província José da Cunha Figueiredo, foi o mestre Tranquilino da Cruz Ribeiro.A Lei estadual nº 38, de 3 de julho de 1892, sancionada pelo governador Barbosa Lima, elevou a vila de Barreiros à categoria de cidade.Já nos fins do século XX, o lugar se havia desenvolvido consideravelmente, tanto que, ao ser criado o município de Barreiros em 1892, São José da Coroa Grande veio a ser o segundo distrito municipal. Anualmente, no dia 19 de julho Barreiros comemora a sua emancipação política.  

Significado do Nome

O nome Barreiros proveio das escavações feitas no solo, que era de barro vermelho, pelos porcos Caititus, muito abundantes no lugar.

Aniversário da Cidade

19 de Julho

Gentílico

barreirense

População

40.895 habitantes

Veja as Fotos

 

Jornalista: Suênia

 

 

 

Lei de Acesso à Informação Mapa Barreiros Veja as Fotos